TiAGO

2 de julho de 2011

Rompe-me do peito uma ebriedade de sentimentos, um estado nada realista de emoções que me faz sair deste corpo humano e ver a realidade de uma forma utopicamente bela. Há risos, sorrisos e gargalhadas. Oh! Pobres de vós que teimam em defender a sobriedade, deixem que a épica felicidade vos rasgue as roupas e penetre as almas de forma abrupta. Já chega de temer a ressaca, se não parares de consumir o forte elixir do outro espaço ela nunca chegará a ti.

2 comentários:

  1. Gostei bastante, ainda bem que voltaste:)

    ResponderEliminar
  2. Lindo. :) Parabéns pelo blogue.

    ResponderEliminar

Segredos desvendados